in ,

Deputados Caio Nárcio e Ivan Valente trocam agressões na Câmara dos Deputados

 / Foto: correio do povo
Foto: correio do povo

Um dos deputados federais ligados a Capinópolis (MG) protagonizou uma cena de agressão durante audiência na comissão da Câmara que analisa o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), com a presença dos juristas Miguel Reale Jr. e Janaína Paschoal, autores da denúncia. O fato ganhou destaque na capa do jornal Folha de S.Paulo.

A decisão do presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), de encerrar a sessão por causa do início da ordem do dia no plenário gerou uma reação imediata dos parlamentares contrários ao impeachment, que não tiveram a chance de falar na audiência.

De acordo com a Folha, o deputado Ivan Valente (Psol-SP) reclamava a jornalistas sobre a decisão de Rosso, quando Caio Narcio (PSDB o empurrou. Os dois tiveram que ser separados por colegas.

Já no site do UOL (também do mesmo grupo do jornal Folha de S.Paulo) o deputado Ivan Valente admitiu que chegou a “dar um chega pra lá” em Caio Narcio, dando início a um empurra-empurra.

No site da Agência Brasil, consta que Ivan Valente e Caio Narcio começaram a se empurrar e tiveram que ser separados. No texto consta que Valente admitiu ter dado “um chega pra lá” em Narcio.

Ainda conforme a reportagem da Folha, o parlamentar do Psol disse que os líderes tinham acordado com o presidente do colegiado que, independentemente do início da ordem do dia no plenário, a audiência continuaria.

Deputados petistas acusaram Rosso de ter gerado essa situação ao decidir cancelar a sessão. Segundo a assessoria de Rosso, 11 líderes de partidos foram chamados a falar, dos quais sete se manifestaram: PT, PSDB, PSB, DEM, PRB, PDT e PTB.

Segundo a reportagem da Folha, houve bate-boca entre parlamentares dos dois lados, que levantaram cartazes de “Impeachment Já” e “Impeachment sem crime é golpe”. Os deputados opositores puxaram um coro de “impeachment”, que foi rebatido com gritos de “não vai ter golpe, vai ter luta”, do outro lado.

Written by Diário do Pontal

Juíza atacada em fórum diz que não abandonará trabalho

PM prende em Uberaba quadrilha que aterrorizava Sacramento